Candidato ao governo do RJ, Garotinho é condenado em segunda instância

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2018 06h23
Renato Araújo/ABrGarotinho foi condenado a quatro anos e meio de reclusão em regime semiaberto

Ex-governador do Rio de Janeiro é condenado em segunda instância e cai na lei da Ficha Limpa. Anthony Garotinho, que concorre ao Palácio Guanabara nesta eleição, foi condenado nesta terça-feira (04) pelo TRF da 2ª Região a quatro anos e meio de reclusão em regime semiaberto, por formação de quadrilha.

Foram 3 votos a 0 favoráveis à condenação, que foi reformada em relação à decisão da primeira instância. Nela, ele havia sido condenado em 2010 a dos anos e meio de prisão em regime aberto. Agora, a pena é maior e em regime mais duro.

A decisão do TRF2 já foi encaminhada à Justiça Eleitoral, Ministério Público Eleitoral e Tribunal Regional Eleitoral.

O mandado de prisão contra Garotinho só será expedido após os embargos declaratórios.

Em 2010, Garotinho e o ex-chefe da Polícia Civil do RJ, Álvaro Lins, teriam recebido propina da máfia dos caça-níqueis.

Garotinho disse que irá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça e aproveitou para ironizar o TRF2 que marcou julgamento na reta final da corrida ao governo do Estado.

*Informações do repórter Rodrigo Viga