Candidatos petistas têm vantagem na disputa dos governos do PI e RN

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2018 06h12 - Atualizado em 03/09/2018 07h43
Elza Fiuza/Agência BrasilDe acordo com pesquisa IBOPE divulgada no dia 21 de agosto, o petista Wellington Dias lidera com 47% das intenções de voto no Piauí

Dez candidatos disputam o governo do Piauí nestas eleições. O atual governador é Wellington Dias, do Partido dos Trabalhadores. Ele tenta a reeleição disputando o Palácio de Karnak com Dr. Pessoa, do Solidariedade; Elmano O Vein Trabalhador, do Podemos; Fábio Sérvio, do PSL; Luciane Santos, do PSTU e Luciano Nunes, do PSDB.

Além deles também concorrem ao cargo Maria de Lourdes, do PCO; Professora Sueli, do PSOL; Romualdo Seno, da Democracia Cristã e Valter Alencar, do PSC.

De acordo com pesquisa IBOPE divulgada no dia 21 de agosto, o petista Wellington Dias lidera com 47% das intenções de voto seguido por Dr. Pessoa com 13%. Elmano O Vein Trabalhador e Luciano têm 6% cada.

Fábio Sérvio e Valter Alencar têm 2% cada e os outros candidatos não passam de 1%.

Um desafio para o candidato que ganhar as eleições é o saneamento básico. Teresina, por exemplo, é uma das capitais do país com a pior situação na área.

Já no Rio Grande do Norte, oito candidatos disputam o governo em 2018.

Atualmente o Estado é governado por Robinson Faria, do PSD. Ele vai concorrer à reeleição pelo Palácio de Despachos de Lagoa Nova com Brenno Queiroga, do Solidariedade; Carlos Eduardo, do PDT; Dário Barbosa, do PSTU; Fátima Bezerra, do PT; Freitas Júnior, da Rede; Heró Bezerra, do PRTB e Professor Carlos Alberto, do PSOL.

Segundo pesquisa IBOPE divulgada no dia 17 de agosto, a petista Fátima Bezerra lidera a disputa com 34% das intenções de voto. Ela é seguida por Carlos Eduardo, do PDT, com 15% e pelo atual governador Robinson Faria, do PSD que tem 8% da preferência dos eleitores.

Professor Carlos Alberto tem 2% e os outros candidatos não passaram de 1%.

O Rio Grande do Norte é o Estado que tem o maior índice de Desenvolvimento Humano da região Nordeste, mas enfrenta desafios, por exemplo, na área de segurança pública.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter Afonso Marangoni