Carnaval vai tirar São Paulo da rotina; saiba como será funcionamento de bancos e transportes

  • Por Jovem Pan
  • 01/03/2019 06h47
Fernando Pereira / SecomA realização de blocos de carnaval também causará mudanças em algumas linhas de ônibus da cidade

Neste período de carnaval, estima-se que cerca de dois milhões de veículos deixem a capital paulista em direção ao litoral e ao interior de São Paulo. A partir desta sexta-feira (1º), a Companhia de Engenharia de Tráfego promove a Operação Estrada, com o monitoramento das principais vias da cidade nos horários de pico.

Agentes da CET também monitorarão o trânsito no entorno dos terminais rodoviários da capital, que também esperam um grande fluxo de pessoas.

A expectativa é que cerca de 500 mil veículos desçam a serra neste fim de semana. O supervisor do centro de controle da Ecovias, Douglas Albiero, explicou como será a operação descida: “a partir de sexta, às 11h, é montada a Operação Descida, com duas pistas da Anchieta e uma da Imigrantes até as 20h de sábado. No domingo é montada a Operação Subida às 19h”.

Douglas Albiero afirmou que o motorista deve conferir a situação do tráfego antes de sair de casa.

As agências bancárias também terão operação especial no carnaval. Walter de Faria, diretor adjunto de Operações da Federação Brasileira de Bancos, explicou como será o expediente: “hoje os bancos encerraram expediente em seus horários normais e voltam a atender o público a partir do meio-dia da quarta-feira”.

Para quem está preocupado com a chuva no período de carnaval, a meteorologista da Somar, Heloisa Pereira, apontou que o clima deve melhorar no decorrer dos dias. Ela destacou ainda que não se descarta chuvas isoladas nos horários dos desfiles de carnaval, mas sem a mesma intensidade das últimas semanas.

Nos próximos quatro dias, a CPTM e o Metrô de São Paulo terão reforço na segurança. Por recomendação da Polícia Militar, a estação Armênia da Linha 1-Azul ficará fechada das dez horas da manhã às oito horas da noite.

A realização de blocos de carnaval também causará mudanças em algumas linhas de ônibus da cidade. Até o dia 10 de março, as ciclofaixas de lazer em São Paulo não serão instaladas e a Avenida Paulista ficará aberta para a circulação de veículos.

*Informações do repórter Matheus Meirelles