Caso Marielle: MP denuncia miliciano por morte de assessor informal de vereador

  • Por Jovem Pan
  • 11/07/2018 07h07
ReproduçãoOrlando da Curicica foi denunciado pelo MP à Justiça do Rio de Janeiro depois de ter seu nome envolvido na morte de um assessor de um vereador da cidade (foto)

O Ministério Público denunciou à Justiça miliciano acusado de envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco.

Orlando da Curicica foi denunciado pelo MP à Justiça do Rio de Janeiro depois de ter seu nome envolvido na morte de um assessor de um vereador da cidade. O assessor informal Carlos Alexandre Pereira, de 37 anos, foi morto no bairro da Taquara três semanas após a morte da vereadora e do motorista Anderson Gomes.

Um delator que participou do assassinato, Rui Bastos Ribeiro, revelou que Orlando foi o mentor do assassinato do assessor do vereador Marcelo Siciliano (PHS), que também é suspeito de envolvimento na morte de Marielle Franco.

Os interesses dele estariam batendo de frente com a defesa da vereadora contra a especulação imobiliária em favor de minorias na zona oeste da capital. O delator, que participou do assassinato do assessor do vereador, além de denunciar Orlando, denunciou outros dois participantes do crime.

*Informações do repórter Rodrigo Viga