Hasselman diz que teve celular clonado: ‘mesma gangue que invadiu de Moro e procuradores’

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2019 06h17 - Atualizado em 22/07/2019 09h49
Valter Campanato/Agência BrasilA deputada disse que mensagens foram enviadas a jornalistas

A líder do governo no Congresso Nacional, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que teve o celular clonado neste domingo (21). Segundo a parlamentar, ela recebeu ligações do próprio número, como aconteceu com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, no mês passado.

Em vídeo publicado nas redes sociais, ela disse que os invasores usaram o aplicativo Telegram para mandar mensagens e fazer ligações no nome dela. “Acontece que eu não uso o Telegram, eu não uso para fazer ligações, tem uma ligação internacional aqui, que eu não faço ideia de onde seja, e algumas ligações de mim para mim mesma, né. Como se fosse possível que eu ligasse para mim mesma, exatamente o que aconteceu com o ministro Sergio Moro”, afirmou.

Hasselmann disse que já acionou a polícia e comunicou a invasão ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a Moro. “Quero deixar bastante claro que um farsante, um bandido, um criminoso, provavelmente da mesma gangue que invadiu o telefone de Moro, de procuradores da Justiça Federal, também invadiram o meu telefone e isso é caso de polícia. Esses bandidos precisam ir para a cadeia.”

Ela ressaltou, ainda, que bandidos mandaram, em nome dela, mensagens para jornalistas.

*Com informações do repórter Afonso Marangoni