Centrão continua sem definir apoio na disputa presidencial

  • Por Jovem Pan
  • 20/07/2018 06h27
Valter Campanato/Agência BrasilPré-candidato à presidência pelo DEM, Rodrigo Maia (RJ) estuda abrir mão da candidatura em troca do apoio de Alckmin ou Ciro Gomes

O presidente da Câmara Rodrigo Maia, do Democratas, pré-candidato a presidência da República, se reuniu com representantes dos partidos do Centrão para definir o apoio na disputa ao Palácio do Planalto. O bloco é formado pelo DEM, PRB, Solidariedade, PPS, PP, PR e PHS. Porém, os partidos ainda não têm uma posição oficial sobre o apoio.

Rodrigo Maia pode desistir da candidatura para formar chapa com o PDT de Ciro Gomes ou com o PSDB de Geraldo Alckmin. O presidente nacional do DEM, ACM Neto, defendeu que os partidos devem permanecer unidos.

Em nota, o Progressistas, PR, PRB, Democratas e Solidariedade defenderam a união e o compromisso de construir um projeto comum para as eleições deste ano. Segundo o bloco, o momento é de ponderar, em conjunto, o melhor caminho para o futuro do Brasil.

Cada partido vai realizar consultas internas nos próximos dias com o propósito de anunciar publicamente uma decisão comum na semana que vem. Mas enquanto não há definição entre apoiar Alckmin ou Ciro, as legendas começam a buscar o seu caminho.

O Solidariedade, do deputado federal Paulinho da Força, por exemplo, deverá se aliar a Ciro Gomes. Isso devido a posição crítica do pedetista em relação à reforma trabalhista.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Com informações do repórter Arthur Scotti