Cerca de 1,8 milhão de eleitores vivem em áreas dominadas pelo crime organizado no RJ

  • Por Jovem Pan
  • 15/08/2018 09h34
Fernando Frazão/Agência BrasilO Estado terá quase cinco mil áreas de votação nestas eleições, sendo que, em 637 delas quem manda é o crime organizado

Um mapeamento das eleições 2018 feito pela Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro apontou que cerca de 1,8 milhão de eleitores vivem em áreas dominadas pelo crime organizado.

O Estado terá quase cinco mil áreas de votação nestas eleições, sendo que, em 637 delas quem manda é o crime organizado.

As tropas federais já foram convocadas para as eleições e vão atuar em mais de 40 cidades do Estado do RJ, que conta com 92 municípios.

Segundo fontes da área de Segurança do RJ, possivelmente, haverá ocupação de favelas e áreas próximas para garantir o direito de ir e vir dos eleitores.

Felizmente, até agora, não houve mortes de candidatos. Há dois anos, mais de dez candidatos a vereador foram mortos no Estado. Apesar dos números, o secretário de Segurança do Estado, general Richard Nunes, não acredita que o crime organizado possa impedir o direito do cuidadão votar: “não há motivo para a gente ver preocupação para a prática do voto. A preocupação maior é para coibir financiamento de campanha por facções criminosas que possam influenciar no processo eleitoral”.

Na próxima semana, as forças de segurança do RJ iniciarão operação contra o roubo de cargas que, embora venha caindo, ficou estável no último levantamento.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter Rodrigo Viga