‘Chefões’ do jogo do bicho vão a julgamento em segunda instância no RJ nesta terça (09)

  • Por Jovem Pan
  • 09/04/2019 06h16
FreeimagesO julgamento é em segunda instância e envolve Aniz Abrahão David, patrono da Beija-Flor de Nilópolis e capitão Guimarães, que tem sua história ligada à escola Unidos de Vila Isabel

A cúpula do jogo do bicho será julgada e segunda instância no Rio de Janeiro. Nesta terça-feira (09), os bicheiros mais influentes do Estado serão julgados pela Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

O julgamento é em segunda instância e envolve Aniz Abrahão David, patrono da Beija-Flor de Nilópolis e capitão Guimarães, que tem sua história ligada à escola Unidos de Vila Isabel.

Em primeira instância, os contraventores já foram condenados e a pea foi de 47 anos para cada um deles. No entanto, eles chegaram a ser presos em operação contra o jogo do bicho no RJ, mas continuam aguardando julgamento em liberdade.

Se nessa terça o TRF2 confirmar a decisão de primeira instância, os dois e mais 19 condenados poderão ser presos. A sentença de primeira instância saiu em 2012.

Os bicheiros são acusados de diversos crimes e respondem por pagamento de propina e corromper autoridades.

*Informações do repórter Rodrigo Viga