China anuncia redução de tarifas de importação de mais de 850 produtos

  • Por Jovem Pan
  • 24/12/2019 06h58
A indústria produtos suínos foi muito afetada por uma peste, que forçou o sacrifício de mais de um milhão de animais

A China anunciou uma redução de tarifas de importação de mais de 850 produtos, incluindo carne de porco congelada, a partir de janeiro. A medida é uma tentativa de combater a escassez de alimento e ampliar importações em meio à desaceleração da economia.

A indústria de produtos suínos foi muito afetada por uma peste, que forçou o sacrifício de mais de um milhão de animais.

O anúncio desta segunda-feira (23) determina que as tarifas sobre a carne de porco congelada cairão de 12% para 8% a partir de janeiro.

O economista chefe da Infinity Asset, Jason Vieira, considera que a medida antecipa pontos de um acordo comercial que está sendo costurado entre China e Estados Unidos.

“É um sinal de boa vontade com os EUA, dado que eles devem assinar agora em janeiro essa fase de um acordo comercial que deve se estender até depois da eleição — que é quando Trump, se vencer, tentará avançar um acordo mais crível.”

Um surto de peste suína africana começou em agosto do ano passado e quase reduziu pela metade o rebanho da China.

O país emitiu uma série de medidas para impulsionar a produção de animais, enquanto eleva as importações de carnes para atender à demanda doméstica.

*Com informações do repórter Tiago Muniz