Cidades litorâneas aumentam restrições de acesso às praias em meio à pandemia

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2020 06h18 - Atualizado em 06/04/2020 09h11
EFEPelo Brasil, em Santa Catarina e no Rio de Janeiro, as praias também estão fechadas; em Pernambuco, o acesso dos banhistas está proibido

As prefeituras das principais cidades litorâneas do país estão ampliando as medidas restritivas nas praias. Mesmo depois do fechamento do acesso às faixas de areia, muitos banhistas insistiram em sair de casa para praticar exercícios e passear na orla.

Em Santos, no litoral de São Paulo, a prefeitura decidiu proibir a circulação de pessoas pelo calçadão para evitar aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus. A cidade já havia barrado a entrada de banhistas na faixa de areia há cerca de duas semanas.

O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, disse que resolveu fechar o calçadão depois de ver que algumas pessoas estavam no local sem necessidade.

A utilização da ciclovia, que fica no calçadão, está limitada àqueles que utilizam bicicleta para trabalhar — ficando vetada para atividades esportivas, turísticas e de lazer. Paulo Barbosa afirma que a Guarda Civil Municipal está atuando no isolamento do local, mas que o trabalho maior é de conscientização da população.

Além de Santos, os outros oito municípios da Baixada Santista, como Guarujá, Praia Grande e São Vicente, por exemplo, também adotaram medidas restritivas. Em todas essas praias, o acesso à faixa de areia está proibido.

Pelo Brasil, em Santa Catarina e no Rio de Janeiro, as praias também estão fechadas. Em Pernambuco, o acesso dos banhistas está proibido até esta segunda-feira (6).

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini