Circulação de motos na via expressa da Marginal Pinheiros será proibida a partir de maio

Esta é uma das primeiras medidas de uma iniciativa ambiciosa apresentada pela Prefeitura

  • Por Jovem Pan
  • 18/04/2019 06h55
Marcelo Gonçalves/Estadão ConteúdoO Plano de Segurança Viária da cidade quer diminuir o número de mortes no trânsito

Estará proibida a partir de maio a circulação de motos na pista expressa da Marginal Pinheiros no sentido Castello Branco. Esta é uma das primeiras medidas de uma iniciativa ambiciosa apresentada pela Prefeitura de São Paulo nesta quarta-feira (17).

O Plano de Segurança Viária da cidade quer diminuir o número de mortes no trânsito. De acordo com o município, em 2017 foram registrados 6,56 casos para cada 100 mil habitantes na capital paulista.

A administração tem como meta chegar a seis mortes para cada 100 mil pessoas em 2020 e a três para cada 100 mil em 2028.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, acredita que as próximas gestões vão manter o plano em andamento.

A Prefeitura também promete investir na implantação das chamadas áreas calmas de trânsito. Uma delas já está instalada em Santana, na Zona Norte, no cruzamento da rua Salete com a rua Doutor César.

Antes, o local contava apenas com algumas faixas de travessia, muito espaço para os carros e pouco para os pedestres. Agora, foi instalada uma rotatória e as calçadas foram ampliadas com a pintura do asfalto e a colocação de pilastras.

Outras áreas calmas estão previstas para serem instaladas na Lapa, no Centro e em São Miguel Paulista.

O secretário municipal de transportes, Edson Caram, disse que os locais foram escolhidos buscando trazer mais proteção ao pedestre.

O plano, no entanto, não contempla nenhuma alteração nas velocidades das marginais, as principais vias expressas da cidade. O prefeito Bruno Covas disse que o aumento dos limites promovido por João Doria foi algo combinado com a população e isso deve ser mantido.

*Informações do repórter Tiago Muniz