Ciro Gomes defende que Brasil se coloque como mediador na crise da Venezuela

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2018 07h37
Agência BrasilEle considerou que o país tem falhado tanto nas relações exteriores quanto na área de defesa

O pré-candidato à presidência pelo PDT, Ciro Gomes, defendeu que o Brasil se ofereça como mediador na crise da Venezuela. O ex-governador do Ceará deu a declaração nesta segunda-feira (18) em fórum promovido pela União da Indústria da Cana-de-Açúcar, em São Paulo.

Ele considerou que o país tem falhado tanto nas relações exteriores quanto na área de defesa. Para o pedetista, o Brasil hoje é um protetorado americano.
Ciro Gomes afirmou ainda que o Brasil deveria se interessar em mediar a crise na Venezuela até para obter possíveis ganhos econômicos junto ao vizinho. “o Brasil está assistindo calado, omisso, essa iminência de guerra civil na Venezuela. A Venezuela dava US$ 5 bilhões de superávit. O melhor seria mediar esse conflito”, disse.

Aos jornalistas, Ciro Gomes reiterou que, no campo das alianças, as conversas já estão adiantadas com o PSB. Ele também voltou a dizer que não está mantendo conversas com Rodrigo Maia acerca de um possível fechamento com os Democratas.

*Informações do repórter Tiago Muniz