Coalizão entre PSD e PSDB em São Paulo será oficializada na segunda (09), confirma Doria

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2018 08h59
Marcos Corrêa/PR O tucano aproveitou ainda para exaltar o nome de sua futura vice na chapa que concorrerá em outubro

Prestes a deixar a Prefeitura de São Paulo, João Doria (PSDB) confirmou, em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, que será oficializada na segunda-feira (09), na sede do PSD, a coalizão com as candidaturas tucanas.

Questionado sobre a desistência de Gilberto Kassab, ministro das Comunicações, em ser seu vice na chapa ao governo paulista, Doria explicou: “desde o início, quando fizemos coalizão ele [Kassab] deixou claro que a coalizão poderia conceder indicação de um dos três nomes. O dele, o de Guilherme Afif Domingos e o de Alda Marco Antônio”.

O tucano aproveitou ainda para exaltar o nome de sua futura vice na chapa que concorrerá em outubro: “já foi vice, secretária de Estado, conheci ela pelas mãos de Franco Montoro. Competente, séria, dedicada, ficha limpa e vocação para área social”.

Sobre sua permanência curta na Prefeituras, após prometer que cumpriria mandato completo, Doria voltou a ressaltar que fez o que prometeu ao longo de 15 meses. “Em 15 meses, em qualquer setor da Prefeitura, nós tivemos performance melhor do que quatro anos da gestão do PT que me antecedeu”, disse.

O tucano reiterou ainda a capacidade de seu vice, Bruno Covas, também do PSDB, que assumirá a Prefeitura neste sábado (07): “fui eleito com os mesmos votos que Bruno Covas foi eleito. A partir de amanhã ele será prefeito. A chapa foi João Doria e Bruno Covas. Ele é jovem, competente, sério, formado em economia, direito, trajetória brilhante”.

Confira a entrevista completa com João Doria: