Com ausência de Temer, presidentes da Câmara e Senado também viajam ao exterior

  • Por Jovem Pan
  • 17/07/2018 06h16
Marcelo Camargo/Agência BrasilSegundo a Constituição, quem ocupa a Presidência da República no período de seis meses antes das eleições só pode se candidatar se for para a corrida presidencial

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o do Senado, Eunício Oliveira, viajaram para fora do país devido à viagem do presidente Michel Temer a Cabo Verde, desta terça (17) até quinta-feira (19).

Segundo a Constituição, quem ocupa a Presidência da República no período de seis meses antes das eleições só pode se candidatar se for para a corrida presidencial. A regra também se aplica a chefes do Poder Legislativo que eventualmente ocupam o Planalto na ausência do titular.

Com o início do recesso parlamentar, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, embarcou nesta segunda (16) em viagem oficial para o Chile. Ainda não foram divulgadas a programação e nem a comitiva. Maia ainda é pré-candidato ao Planalto pelo DEM, mas vai anunciar a desistência nos próximos dias e tentar a reeleição ao cargo de deputado.

Já o presidente do Senado, Eunício Oliveira, que também busca se reeleger, saiu de férias para os Estados Unidos.

Com isso, quem assume o comando do país nos próximos três dias é a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia. Essa é a terceira vez neste ano que ela cumpre a função.

Na semana que vem, o fato vai se repetir com uma nova viagem de Temer, dessa vez para o México e a África do Sul.

*Informações do repórter Levy Guimarães