Com custo de R$ 30 mi, muro da Raia Olímpica da USP deve ser todo de vidro até o fim do mês

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2018 06h28 - Atualizado em 03/04/2018 06h29
Tiago Muniz/Jovem Pan Até o fim desta semana, a Prefeitura deve terminar a substituição da primeira etapa, que corresponde a 600 metros da barreira

A troca do muro da Raia Olímpica da USP de concreto por vidro só vai terminar no fim do mês. Essa é a previsão atual da Secretaria Municipal de Serviços e Obras de São Paulo.

Até o fim desta semana, a Prefeitura deve terminar a substituição da primeira etapa, que corresponde a 600 metros da barreira. No total, o muro de vidro terá pouco mais de dois quilômetros.

O custo do projeto dobrou em relação ao que foi estimado no ano passado. A intervenção está orçada atualmente em R$ 30 milhões, contra R$ 15 milhões divulgados inicialmente. A Prefeitura diz que os valores são bancados por 44 empresas privadas.

As obras para a implantação dos primeiros 600 metros complicaram o trânsito na manhã de segunda-feira (02). A Marginal Pinheiros ficou com a faixa da direita interditada.

*Informações do repórter Tiago Muniz