Com foco na geração de emprego e renda, governo Doria diminuirá burocracias, diz futuro secretário

  • Por Jovem Pan
  • 26/12/2018 09h28
Felipe Rau/Estadão ConteúdoSobre sua atuação mais próxima de prefeitos, Vinholi disse que essa foi a orientação do governador eleito

Trazer tecnologia para a gestão pública. Essa é uma das prioridades do futuro governador de São Paulo, João Doria, a partir de 1º de janeiro. A informatização de processos ajudaria ainda prefeitos a conseguirem recursos de forma digital.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o futuro secretário de Desenvolvimento Regional de SP, Marco Vinholi, disse que a modernização reduziria a burocracia e agilizaria processos de repasse de recursos a municípios.

“Vamos fazer uma prática mais ágil. O périplo até o Palácio dos Bandeirantes é fundamental para prefeitos, então vamos trazer tecnologia e descentralizar. Instalação de escritórios regionais, modelo Poupatempo, barato, funcional, para que eles possam chegar lá e acessar programas de forma geral”, defendeu.

Sobre sua atuação mais próxima de prefeitos, Vinholi disse que essa foi a orientação do governador eleito. Além disso, o secretário destacou que Doria fará grandes agendas no interior, além de dedicação extensa na capital.

A intenção do próximo governo de São Paulo é a geração de emprego e renda. “Estamos formando um grande time para atração de emprego e renda em São Paulo. O prefeito terá recursos se ele estiver comprometido com isso”, disse Vinholi.

Além dos prefeitos, empresários que recebem isenções fiscais também deverão se comprometer com novas oportunidades de emprego e geração de renda. “Temos hoje 16 bilhões de isenções fiscais e muitas delas não geram emprego e renda, então vamos focar nelas, compromisso dos empresários que recebe as isenções e possam corresponder com geração de emprego e renda. Então isenções serão vistas e se for estratégico para o Estado trabalhar novas isenções, isso será feito”, explicou.

Confira a entrevista completa com o futuro secretário de Desenvolvimento Regional de SP, Marco Vinholi: