Com impopularidade crescente, Trump anuncia mudanças no sistema de defesa dos EUA

  • Por Jovem Pan
  • 18/01/2019 06h39
EFESegundo ele, o “objetivo do novo sistema é tornar o país mais forte que nunca”

Com a impopularidade crescendo diante do impasse envolvendo o Congresso dos Estados Unidos e a construção do muro na fronteira com o México, o presidente norte-americano, Donald Trump, prometeu investir em um novo sistema de defesa espacial.

Em pronunciamento, nesta quinta-feira (17), o republicano afirmou que o escudo vai “detectar e destruir” mísseis disparados contra o país.

O formato do projeto lembra a Iniciativa de Defesa Estratégica, desenvolvido pelo ex-presidente Ronald Reagan nos anos de 1980. Na época, a proteção planejada durante a Guerra Fria foi apelidada de “Guerra nas Estrelas”.

Donald Trump aponta “ameaça de adversários externos” e destaca a ampliação da capacidade dos arsenais dos países considerados inimigos dos Estados Unidos.

Segundo ele, o “objetivo do novo sistema é tornar o país mais forte que nunca”.

O norte-americano citou o Irã como um dos inimigos que tem aumentado e desenvolvido o poderio militar. Para o professor de Relações Internacionais da ESPM, Gunther Rudzit, o anúncio é uma maneira de reduzir o avanço tecnológico de adversários.

No ponto de vista político, Gunther Rudzit acredita que o anúncio seria uma maneira de reverter a queda na popularidade diante do impasse gerado no Congresso devido à construção do muro na fronteira com o México.

O novo programa de mísseis prevê ainda drones com lasers e armas instaladas no espaço.

Também durante o discurso, Trump prometeu priorizar a defesa de todo o território norte-americano “acima de tudo”, investir em novas tecnologias, reconhecer que o espaço é um campo de batalha, remover obstáculos burocráticos para a aquisição de novas tecnologias e equilibrar a repartição de encargos militares com aliados.

*Informações do repórter Matheus Meirelles