Com paralisia do Governo, o Congresso assume protagonismo na política

O embate será na autorização para o Governo descumprir a regra de ouro

  • Por Jovem Pan
  • 17/05/2019 06h50 - Atualizado em 17/05/2019 06h50
Agência BrasilO presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem se reunido com líderes e fala em estabilidade política e pauta de votações definida no Congresso

Líderes do Centrão estão certos de que o Congresso já está no protagonismo da política. Há disputa acirrada que não passa pelo impeachment, como sugeriu em rede social o filho do presidente da República, o vereador Carlos Bolsonaro.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem se reunido com líderes e fala em estabilidade política e pauta de votações definida no Congresso. A medida provisória da reforma administrativa é só um ponto do atrito. Outras MPs serão modificadas no Congresso, assim como decretos.

O embate será na autorização para o Governo descumprir a regra de ouro e se endividar para pagamento de despesas correntes. O valor é de R$ 248 bilhões. A estratégia é ceder, mas mostrar a importância do Congresso.

Avaliações indicam que o grupo do presidente vai jogar a deputados e senadores responsabilidades de erros do Governo, como o Orçamento e não aprovação da reforma da Previdência. Por isso, o discurso do Centrão é aprovar o texto.

*Informações do repórter José Maria Trindade