Com redução de oferta e disparada do preço, Governo já fala em importar carne

  • Por Jovem Pan
  • 26/11/2019 06h37 - Atualizado em 26/11/2019 07h29
Joédson Alves/EFEA alta na demanda chinesa está relacionada com um surto que atinge o rebanho de suínos do país, o que obrigou o governo a diversificar a importação

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que o Brasil pode importar carne para “equilibrar” o mercado. A declaração foi dada nesta segunda-feira (25) em Dourados, no Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Índice de Preços ao Produtor Amplo, da Fundação Getúlio Vargas, o preço da carne bovina subiu mais de 5% em novembro em relação ao mês anterior, o que representa uma das maiores altas do período.

Segundo a ministra, “a cadeia vive um momento de euforia” – mas, em breve, esse mercado vai se equilibrar e os preços vão se normalizar.

Tereza Cristina ainda destacou que este é um momento de “ajuste” da carne brasileira e que “os preços não serão os mesmos praticados há dois meses, mas, com certeza, essa euforia não continua”.

Atualmente, o Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo.

De acordo com a Associação Brasileira de Frigoríficos, um dos fatores que levou ao aumento do preço da carne aos consumidores brasileiros foi o crescimento das exportações, principalmente para a China.

A alta na demanda chinesa está relacionada com um surto que atinge o rebanho de suínos do país, o que obrigou o governo a diversificar a importação de outras carnes.

O diretor superintendente da Agroceres PIC, Alexandre Rosa, disse que a China deve continuar demandando a importação de mais proteínas.

“Até ano passado, a China era uma compradora de carne suína no Brasil. Esse ano a China passou a ser a maior compradora de todas as carnes brasileiras.”

De janeiro a outubro, no total, o Brasil exportou 11% a mais do que no mesmo período do ano passado.

A proximidade com o Natal e o Ano Novo também contribui para uma demanda adicional por carnes no mercado brasileiro.

*Com informações do repórter Afonso Marangoni