Combustível acaba no aeroporto de Brasília; aviões sem estoque não saem do chão

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2018 09h29 - Atualizado em 25/05/2018 09h32
Bento Viana/Inframerica Advocacia-Geral da União (AGU) entrou como liminar para garantir o abastecimento de querosene no aeroporto de Brasília

A falta de previsão e logística do governo acarretou num colapso no aeroporto de Brasília. A situação se manteve critica ao longo de toda a semana. Mesmo com uma liminar obtida pela Advocacia Geral da União (AGU), para garantir o abastecimento, apenas dois caminhões tanques foram escoltados e entraram no aeroporto. Mas nesta sexta-feira (25), o estoque de querosene praticamente zerou.

Com isso, o avião que descer em Brasília e não tiver suficientemente abastecido não sai do chão. A situação que já é critica em Brasilia, ainda pode ficar muito pior. Motoristas e motoboys estão obstruindo a saída de caminhões tanques das distribuidoras. O que estrangula o fornecimento de combustíveis no Planalto Central.

Por conta do caos, o governo do DF suspendeu as aulas em todas as escolas.

*Com informações do repórter José Maria Trindade