Comércio e turismo do RJ registram prejuízo de R$ 1 bi/dia por conta da greve

  • Por Jovem Pan
  • 29/05/2018 13h54
Alexandre Macieira/RioturBoulevard Olímpico tem se tornado um dos princípios pontos turísticos do Rio de Janeiro

A greve dos caminhoneiros pode provocar um prejuízo diário de até R$ 1 bilhão ao setor de comércio, serviços e turismo do estado do Rio de Janeiro. Segundo dados da Fecomércio, o déficit varia entre R$ 800 milhões a R$ 1 bilhão. Ou seja, com 9 dias de greve foram perdidos até R$ 9 bilhões nas atividades dos setores.

A Fecomércio inclusive está revisando a sua projeção para o PIB estadual neste ano de 2018. Antes, a entidade apostava no crescimento da atividade de 1,5%, agora a perspectiva é de 1%. Ou seja, um terço da previsão. Outros setores também estão contabilizando os prejuízos com a greve dos caminhoneiros.

De acordo com a Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), até a última sexta-feira (25), o setor industrial perdeu quase R$ 80 bilhões, mais precisamente R$ 77 bilhões.

Enquanto, o presidente da associação que reúne bares restaurantes do Rio de Janeiro, Pedro Blauer, estima uma perda de R$ 20 milhões para bares restaurantes na capital e R$ 34 milhões em todo estado. “Temos uma queda de movimento de até 40%. A situação é muito grave se somada a crise econômica que o estado já passava e tem a questão da violência. Estamos preocupados com a sustentabilidade do setor”, declarou Blauer.

A estimativa é quando terminada a greve dos caminhoneiros, a situação deverá voltar ao normal somente após uma semana.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga