Comprador vai poder financiar imóvel de até R$ 1,5 milhão com o FGTS

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2018 06h35
Marcos Santos/USPO CMN (Conselho Monetário Nacional) decidiu aumentar o limite desse valor, que passa de R$ 950 mil para R$ 1,5 milhão em todo o país

Pessoas em busca da casa própria poderão comprar imóveis de até R$ 1,5 milhão usando o FGTS e o Sistema Financeiro de Habitação a partir do ano que vem.

O CMN (Conselho Monetário Nacional) decidiu aumentar o limite desse valor, que passa de R$ 950 mil para R$ 1,5 milhão em todo o país. A nova regra entra em vigor no dia 1º de janeiro.

O objetivo é incentivar o crescimento e retomar empregos no setor de construção civil, que vem registrando resultados negativos nos últimos anos.

De acordo com o diretor de Regulação do Banco Central, Otávio Dalmaso, a mudança deve injetar R$ 80 bilhões no setor. A nova regra chegou a vigorar temporariamente entre fevereiro e dezembro do ano passado, mas foi suspensa e vai se tornar permanente em 2019.

O presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, Luiz Antonio França, também elogiou a medida: “lembro que há três, quatro anos, as famílias compraram determinada metragem quadrada, hoje, para comprar a mesma, eles vão ter que gastar mais dinheiro. Portanto, essa medida vem claramente a benefício do comprador”, disse.

O Sistema Financeiro de Habitação cuida da maioria dos financiamentos de imóveis do Brasil e oferece juros mais baixos ao comprador, limitados a doze por cento ao ano.

*Informações do repórter Levy Guimarães