Concessão de zoológico é proposta por Doria em projeto enviado ao legislativo de São Paulo

  • Por Victoria Abel/Jovem Pan
  • 23/03/2019 08h07 - Atualizado em 23/03/2019 08h16
MARCELO GONCALVES/SIGMAPRESS/ESTADÃO CONTEÚDOParque é objeto de projeto de lei enviado por tucano

O governador João Doria (PSDB) enviou à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) um projeto de lei para concessão do Zoológico de São Paulo, do Zoo Safári e do Jardim Botânico, que ficam na capital.

Pela proposta, ficaria a cargo da iniciativa privada a gestão da visitação e do espaço, como serviços de manutenção, manejo, limpeza e segurança.

O projeto também permite a exploração econômica dos espaços para atividades que sejam “compatíveis” com o ambiente do parque e incentiva a diversificação do local para novas práticas de recreação.

No texto, o governo afirma que o poder público possui dificuldades em potencializar o uso do local e manter uma qualidade que possa competir com outros destinos

A proposta também prevê que a concessão irá reduzir custos ao governo do estado, que poderá focar nas atividades-fim dos espaços, como conservação ambiental, fiscalização e práticas científicas.

O projeto descreve que a gestão da fauna, assim como estrutura laboratorial e as atividades de pesquisa nos locais permanecerão sob comando da Fundação Parque Zoológico de São Paulo e do Instituto de Botânico, vinculados à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do estado.

.Caso o projeto seja aprovado pela Alesp, o governo poderá dar andamento ao processo de licitação. O modelo de concessão proposto é de no máximo 35 anos.