Concurso para escolha de projeto em homenagem às vítimas da Boate Kiss divulga vencedor

  • Por Jovem Pan
  • 11/04/2018 06h58
Reprodução Felipe Zene Motta, de São Paulo, propôs a construção de um jardim central e de um único pavimento que seja de fácil construção e manutenção

O concurso para escolha do memorial em homenagem às vítimas da boate Kiss teve o projeto vencedor divulgado nesta terça-feira (10) em Santa Maria. O trabalho escolhido foi do arquiteto Felipe Zene Motta, de São Paulo.

Ele propôs a construção de um jardim central e de um único pavimento que seja de fácil construção e manutenção.

O incêndio que atingiu a boate ocorreu em 27 de janeiro de 2013 e deixou 242 pessoas mortas.

No concurso foram 121 propostas inscritas de 14 Estados. Além do projeto vencedor, outros quatro colocados foram premiados com valores em dinheiro. Pela qualidade das propostas, outros cinco projetos receberam menção honrosa.

Desde a última quinta-feira (05), uma comissão formada por quatro arquitetos brasileiros e um argentino começou a escolha do projeto vencedor. Eles definiram os cinco melhores projetos. A decisão da ordem de classificação ficou a cargo de outra comissão formada por familiares e pessoas da comunidade.

O concurso foi pago através de campanha de financiamento coletivo pela internet, que arrecadou R$ 209 mil e outros R$ 40 mil disponibilizados por doações. O concurso foi parceria entre a Prefeitura de Santa Maria, Instituto dos Arquitetos do Brasil e Associação dos Familiares das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria.

Os vencedores serão premiados em cerimônia no dia 24 de baril e o primeiro colocado receberá R$ 25 mil. O prédio onde funcionava a boate não tem data para ser demolido. A Prefeitura atendeu pedido dos familiares para que a demolição fosse suspensa até o final do julgamento do caso na Justiça, que ainda não tem prazo para ocorrer.

*Informações do repórter Sandro Sauer