Condenado por mau comportamento, Cabral tem pena aumentada em 11 meses

  • Por Jovem Pan
  • 14/08/2019 07h17
Agência BrasilEx-governador está preso desde novembro de 2016

Preso desde novembro de 2016 pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, o ex-governador Sergio Cabral teve sua pena ampliada em 11 meses após ser condenado por mau comportamento. A partir de agora, sua condenação, que é de quase 120 anos, passa ser contada desde outubro de 2017, e não mais da data real de sua prisão.

A perda do cumprimento de pena aconteceu depois que Cabral foi condenado por maus hábitos no caso da videoteca. A polícia descobriu que, enquanto ficou detido no presídio de Benfica, o ex-governador conseguiu que uma TV de 65 polegadas, além de um home theather e uma videoteca com 160 filmes, fossem instaladas dentro de sua cela.

Depois da descoberta, ele foi transferido para o presídio de Bangu, onde sofreu uma punição pelo caso, ficando sem poder receber visitas ou deixar a cela para tomar banho de sol por 30 dias.

Os advogados de defesa do ex-governador contestam a decisão e vão tentar revertê-la na Justiça. Além dos quase 120 anos de reclusão aos quais foi condenado, Cabral ainda é réu de mais de 20 processos.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga