Confiança na indústria cresce em 19 setores em abril, afirma CNI

Levantamento da Confederação Nacional da Indústria aponta uma recomposição da confiança perdida no último trimestre; destaque para segmentos de perfumaria, metalurgia e alimentos

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2022 06h41 - Atualizado em 27/04/2022 09h29
Fernando Ogura/AEN-PR Carros sendo montado em fábrica da Volkswagen Especialista destaca uma reavaliação dos riscos e incertezas trazidos pela nova onda de Covid-19 no início do ano e pela guerra na Ucrânia

O índice de confiança da indústria cresceu em 19 dos 29 setores analisados. A melhora nas expectativas em abril, na comparação com o mês de março, acontece em segmentos de produtos de borracha, limpeza, perfumaria, higiene pessoal, metalurgia e alimentos. O levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta uma recomposição da confiança perdida no último trimestre, explica a especialista em políticas e indústria da CNI, Larissa Nocko. “Apesar de um terço dos setores terem recuado na confiança, todos se encontram no patamar que significa confiança. Esse aumento se deu pela recomposição do patamar de confiança que vinha inferior desde o segundo semestre de 2021 e pela redução de alguns riscos, como risco associação pandemia e também à crise hídrica”, pontua. Larissa Nocko também destaca uma reavaliação dos riscos e incertezas trazidos pela nova onda de Covid-19 no início do ano e pela guerra na Ucrânia, mas ressalta problemas na economia, citando a inflação, os  juros e tributação complexa, que seguem presentes e impedem que o otimismo deslanche. A Confederação Nacional da Indústria ouviu 2.229 empresas, 887 de pequeno porte, 830 de médio porte e 512 de grande porte, entre os dias 1º e 11 de abril.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos