Congresso pode validar nesta quarta aumento de 53% para agentes comunitários de saúde

  • Por Jovem Pan
  • 17/10/2018 07h14
Ana Volpe/SenadoEm sessão conjunta, deputados e senadores vão analisar o veto do presidente Michel Temer à proposta

O Congresso pode validar nesta quarta-feira (17) um reajuste de 53% para o piso dos agentes comunitários de saúde em todo o país. Em sessão conjunta, deputados e senadores vão analisar o veto do presidente Michel Temer à proposta, que foi aprovada em julho pelo parlamento.

O piso salarial dos agentes comunitários é de R$ 1.014. O projeto define um aumento para R$ 1.250 no ano que vem, R$ 1.400 em 2020 e R$ 1.550 em 2021. A partir de 2022 o reajuste seria anual e definido pela Lei de Diretrizes Orçamentárias.

A tendência é que os parlamentares derrubem o veto do presidente Temer e confirmem a nova remuneração.

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, destacou que é o primeiro item da pauta: “era compromisso de colocar esse veto. É o primeiro item da pauta., se tiver quórum e plenário aceitar o destaque, vai ser derrubado o veto”.

Outro veto importante na pauta desta quarta é o que suspende a anistia das multas aplicadas a caminhoneiros e empresas transportadoras durante a greve da categoria, no final de maio.

*Informações do repórter Levy Guimarães