Congresso tenta aprovar mini reforma tributária até agosto

Nova proposta deve ser apresentada aos parlamentares ainda em maio; ideia é que o novo texto substitua matérias que ainda estão paralisadas

  • Por Jovem Pan
  • 18/05/2022 09h12 - Atualizado em 18/05/2022 09h13
Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira Agora, o desafio é reunir os parlamentares e aprovar um novo texto antes do início das campanhas eleitorais nos Estados

A discussão sobre a reforma tributária vai voltar para os corredores do Congresso Nacional. Considerada uma das pautas mais importantes para o governo de Jair Bolsonaro, a proposta teve suas discussões paralisadas no ano passado, após mudanças no Ministério da Economia. Agora, a ideia é que os parlamentares tentem aprovar uma mini reforma até o mês de agosto, substituindo os textos ainda não aprovados. No Senado Federal, a reforma tributária está parada desde 2020 na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O relatório favorável ao projeto, de autoria do senador Roberto Rocha, chegou a ser analisado, mas as discussões do colegiado travaram no início do ano. Para André Felix Ricota, especialista em direito tributário, o atual texto não satisfaz a sociedade. “Aumentaria muito a carga tributária, em especial dos prestadores de serviço e varejistas. É um projeto que dificilmente teria apoio das classes empresariais e setores econômicos”, pontua. Agora, o desafio é reunir os parlamentares e aprovar um novo texto antes do início das campanhas eleitorais nos Estados. A nova proposta deve ser apresentada ao Congresso Nacional ainda neste mês.

*Com informações da repórter Marília Sena