Conselho de Educação questiona Prefeitura de Suzano após anúncio de escolas cívico-militares

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2019 07h04
Marcos Santos/USP ImagensO Conselho Municipal de Educação declarou que “a mudança drástica na política educacional da cidade não teve qualquer consulta ou diálogo com o órgão técnico”

A Prefeitura de Suzano recebeu uma carta de repúdio do Conselho Municipal de Educação questionando o anúncio de escolas cívico-militares na cidade. O prefeito Rodrigo Ashiuchi se reuniu com o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, na semana passada e falou sobre o assunto.

De acordo com ele, “a unidade poderá ser criada na antiga estrutura que abrigava o Sesi, no Jardim Monte Cristo, tornando-se um modelo para outros municípios”.

O Conselho Municipal de Educação declarou que “a mudança drástica na política educacional da cidade não teve qualquer consulta ou diálogo com o órgão técnico”.

No documento, o órgão questiona se a medida seria “oportuna e meramente propagandista para que se tenha a falsa sensação que o poder público deu uma resposta ao verdadeiro problema da segurança das escolas”.

A ideia da implantação de colégios no modelo cívico-militar, ainda embrionária, surgiu após o ataque à Escola Estadual Raul Brasil. O episódio deixou dez mortos, incluindo os dois autores do atentado.

Mães e pais de estudantes ainda reclamam da falta de segurança nas escolas estaduais de São Paulo. A Liliane de Oliveira Rojo, mãe de uma estudante da Raul Brasil, conta que a filha não sente vontade de ir a escola. De acordo com ela, os alunos não estão tendo todas aulas, o que dificulta ainda mais o processo de readaptação.

Liliane acredita que o problema da falta de segurança não é único na escola alvo do ataque e enxerga na educação o caminho para evitar tragédias.

Em nota, a Polícia Militar afirma que o programa da ronda escolar foi reforçado em todas as escolas estaduais. A PM também esclarece que realiza patrulhas diárias em diversos horários na Escola Raul Brasil, estabelecendo contato com diretores e funcionários, além realizar policiamento no entorno do colégio.

Na próxima quarta-feira está marcada uma reunião entre o Comandante da PM responsável pelo policiamento da área, a diretoria regional de ensino e mais de 60 diretores de escolas dos municípios de Suzano e Ferraz de Vasconcelos. O objetivo do encontro é implementar estratégias para a segurança das instituições de ensino.

 

*Informações da repórter Marcella Lourenzetto