Conselho de Ética da Câmara deve se reunir para analisar parecer sobre cassação de Nelson Meurer

  • Por Jovem Pan
  • 14/08/2018 06h08 - Atualizado em 14/08/2018 10h00
Agência CâmaraNa semana passada, o caso seria analisado pelo Conselho, mas, por falta de quórum, foi remarcado

Com o Congresso Nacional esvaziado, o Conselho de Ética da Câmara vai tentar se reunir nesta terça-feira (14) para apresentação de parecer sobre o pedido de cassação do deputado Nelson Meurer (PP-PR).

Na semana passada, o caso seria analisado pelo Conselho, mas, por falta de quórum, foi remarcado.

A próxima etapa é a apresentação, discussão e votação do parecer preliminar que será feito pelo relator da ação, o deputado Mauro Lopes (MDB-MG).

Nelson Meurer é o primeiro parlamentar condenado pelo Supremo Tribunal Federal na Operação Lava Jato. Ele e os dois filhos respondem por corrupção passiva e lavagem de dinheiro por terem desviado da Petrobras um montante de mais de R$ 350 milhões entre 2006 e 2014.

O deputado deverá cumprir 13 anos e 9 meses de prisão além de pagar uma multa de cerca de R$ 265 mil, em valores que ainda precisam ser corrigidos pela inflação.

Nelson Meurer nega o recebimento de valores ilícitos do esquema Petrobras.

Também nesta terça-feira os membros da Mesa Diretora da Câmara voltam a discutir a cassação do mandato do deputado Paulo Maluf (PP-SP). Na semana passada houve um pedido de vista coletivo que prorrogou a análise do caso.

Maluf foi condenado a 7 anos e 9 meses de prisão por lavagem de dinheiro. O caso envolve o uso de contas no exterior para lavar dinheiro desviado da Prefeitura de São Paulo quando foi prefeito, entre 1993 e 1996. O deputado Paulo Maluf cumpre prisão domiciliar e está afastado do mandato.

*Informações do repórter Afonso Marangoni