Contas de Bolsonaro são aprovadas com ressalvas e abrem caminho para a diplomação no dia 10

  • Por Jovem Pan
  • 05/12/2018 07h53
Will Shutter/Câmara dos DeputadosDe acordo com dados do tribunal, a chapa de Bolsonaro arrecadou cerca de R$ 4,3 milhões e gastou R$ 2,4 milhões

O Tribunal Superior Eleitoral aprovou, com ressalvas, as contas da campanha do presidente eleito, Jair Bolsonaro, do PSL. A decisão foi tomada em sessão no TSE, na noite desta terça-feira (04).

De acordo com dados do tribunal, a chapa de Bolsonaro arrecadou cerca de R$ 4,3 milhões e gastou R$ 2,4 milhões.

Para o relator do caso, ministro Luís Roberto Barroso, grande parte das “inconsistências” na prestação de contas foi sanada após retificação. Barroso ainda disse que as irregularidades detectadas correspondem a 1,33% do total arrecadado e são de “pouquíssima relevância”.

O julgamento das contas pelo TSE, independentemente do resultado era o último ato necessário para a diplomação do novo presidente, que está marcada para a próxima segunda-feira (10).

*Informações do repórter Afonso Marangoni