Coreia do Norte rejeita diálogo com os EUA sobre programa nuclear

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2019 07h06
EFEDesnuclearização da Coreia do Norte havia sido acordada entre os países no ano passado

A Coreia do Norte se recusou a dialogar com os Estados Unidos enquanto o país não colocar fim à política de hostilidade. A declaração foi dada neste domingo (6) por meio da agência de notícias oficial norte-coreana, KCNA. A Coreia do Norte estabeleceu como prazo até o fim do ano, para que o governo de Donald Trump mude de postura.

No sábado (5), delegações norte-coreanas e americanas se reuniram na Suécia para discutir a desnuclearização da península. O encontro terminou com a divergência de versões.

O chefe da equipe de negociação da Coreia da Norte afirmou que o país decidiu suspender o diálogo. Já funcionários do Departamento de Estado dos Estados Unidos disseram que que eles devem voltar a se reunir daqui duas semanas.

A respeito desse desencontro de declarações, o porta-voz da Coreia da Norte disse que não havia base para os americanos fazerem essa afirmação. O porta-voz dos EUA, por sua vez, afirmou, por meio de nota, que os dois países não vão superar 70 anos de hostilidade em um só sábado.

A desnuclearização da península da Coreia do Norte tinha sido acordada entre os dois países no ano passado, em Singapura. Até agora, no entanto, Kim Jong-un não deu nenhuma demonstração de que colocou o acordo em prática: ao contrário, o regime do norte-coreano lançou um novo míssil na última quarta-feira (2), a partir de um submarino.

Segundo Jong-un, o teste foi uma conquista importante ao que chamou de “forças externas”.

*Com informações da repórter Nicole Fusco