Covas diz que mudanças de secretários são naturais e mantém promessas de Doria

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2019 07h17
Bruno Rocha/Estadão ConteúdoCovas também afastou possibilidade de, com as mudanças, criar distanciamento do ex-prefeito e atual governador, João Doria

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, comentou nesta terça-feira (15), em entrevista a jornalistas, a mais recentes mudanças em seu secretariado. Para o chefe do executivo, as mudanças são naturais, afinal, o primeiro escalão é composto por pessoal de confiança do prefeito.

Covas também afastou possibilidade de, com as mudanças, criar distanciamento do ex-prefeito e atual governador, João Doria.

Nesta terça, o Diário Oficial do município publicou as mudanças no time de Bruno Covas. André Sturm deixa a secretaria de Cultura, que passa a ser comandada pelo produtor cultural Alê Youssef, presidente do Acadêmicos do Baixo Augusta, um dos maiores blocos de carnaval de rua de São Paulo.

Segundo Covas, Sturm não sairá da administração municipal e será oferecido a ele posição de conselheiro em alguma das empresas do município.

Os outros dois nomes são de Ricardo Tripoli, que deixará a Câmara Federal e será o secretário-executivo do gabinete do prefeito, comandando a articulação institucional com entes federativos da Região Metropolitana de São Paulo, além do deputado estadual Carlos Alberto Bezerra, nomeado Secretário de Esportes e Lazer.

*Informações do repórter Fernando Martins