Covas sanciona lei que permite remuneração extra a secretários; prefeito descarta ‘aumento disfarçado’

  • Por Jovem Pan
  • 21/03/2019 09h05 - Atualizado em 21/03/2019 10h18
Matheus Meirelles/Jovem PanOs secretários municipais de São Paulo ganham R$ 19 mil, e se participarem de Conselhos poderão elevar em mais R$ 6 mil os seus salários

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, descartou ter concedido “aumento disfarçado” para secretários. O tucano sancionou em fevereiro, uma lei que permite a titulares das pastas municipais acumularem vencimentos com remuneração extra, pela participação em conselhos de empresas públicas.

A nova legislação derrubou regras aprovadas durante a gestão do prefeito Gilberto Kassab, em 2011, para evitar jetons aos secretários.

Os secretários municipais de São Paulo ganham R$ 19 mil, e se participarem de Conselhos poderão elevar em mais R$ 6 mil os seus salários. Já foram nomeados: Mauro Ricardo (Secretaria de Governo), Orlando de Faria (Turismo) e Fernando Chucre (Urbanismo) para o Conselho de Administração da SP Urbanismo.

*Informações do repórter Marcelo Mattos