Cresce número de brasileiros que recorrem a “bicos” para complementar a renda

  • Por Jovem Pan
  • 30/07/2018 06h45
PixabayA pesquisa revela ainda que 83% dos consumidores fizeram cortes para driblar a crise

Seis em cada 10 brasileiros recorreram a um trabalho extra para complementar a renda no primeiro semestre deste ano. A conclusão é de uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas.

Segundo o levantamento, mais da metade dos entrevistados acreditam que as condições gerais da economia pioraram ao longo deste ano, comparado ao mesmo período de 2017.

A pesquisa revela ainda que 83% dos consumidores fizeram cortes para driblar a crise. Itens como roupas, calçados, acessórios, refeições fora de casa e itens supérfluos de supermercados foram cortados ou reduzidos.

A economista-chefe do SPC, Marcela Kawauti, explicou que os dados revelam que nós ainda não saímos da crise econômica, e a recuperação é tímida e vai a passos muito lentos: “a partir de 2017, o que a gente tem visto é crescimento da economia, mas ele é muito lento. E quando a gente olha as variáveis que se recuperaram, a gente vê que elas ainda não têm efeito prático no dia a dia do consumidor”.

A economista chamou a atenção que o mercado de trabalho é o último setor a sentir os efeitos da melhora na economia.

O representante comercial, de 58 anos, José Boschiero, sentiu na pele os efeitos da crise econômica na área em que trabalha. Há um ano ele recorreu a um aplicativo para trabalhar como motorista nas horas vagas e conseguir uma renda extra no final do mês, para pagar o plano de saúde. “As atividades você vê gente fechando lojas. Eu estou usando o aplicativo porque não tenho melhora na minha outra atividade. Se eu não tomo essa atitude a situação piora muito”, disse.

José Boschiero contou que conhece muitas pessoas que recorreram a outras atividades, como vender roupas, doces ou salgados, para conseguir complementar a renda.

De acordo com Luis Saicali, diretor de operações de um aplicativo de celular, a vantagem de aliar a tecnologia para ganhar um dinheiro extra no fim mês, é a flexibilidade com os horários: “ele tem flexibilidade de rodar a hora que quiser, mas a gente oferece promoções pontuais”.

E a tendência de brasileiros recorrerem a trabalhos informais para equilibrar as finanças é de crescer. Segundo o SPC, 28% dos entrevistados desejam aumentar a renda no segundo semestre fazendo um bico ou algum trabalho extra.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro