‘Criada no momento errado, CPI da Covid-19 dificilmente terá resultados’, diz senador

Para Ciro Nogueira, a comissão deveria  ser instalada após o pico da pandemia no Brasil: ‘Erro gravíssimo’

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2021 10h10 - Atualizado em 16/04/2021 10h41
Marcos Oliveira/Agência SenadoSegundo Ciro Nogueira, é preciso objetividade e bom senso dos parlamentares que vão integrar o colegiado

A CPI da Covid-19 continua causando debates e disputa entre opositores e governistas. O assunto ainda desagrada parte dos parlamentares, que classificam o momento pandêmico como inoportuno para as investigações. “Você está tentando definir o vencedor de um jogo, o mocinho de uma novela no meio do jogo, no meio da novela”, disse o senador Ciro Nogueira (PP), aliado do presidente Jair Bolsonaro, questionando os efetivos resultados da comissão. “Dificilmente terá resultados. É uma CPI criada no momento errado. Teria que ser criada após o pico da pandemia”, afirmou durante entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan.

Além da discussão sobre a situação da pandemia de Covid-19 no Brasil, o possível uso político da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) como palanque político para as eleições de 2022 também é motivo para críticas. Segundo Ciro Nogueira, é preciso objetividade e bom senso dos parlamentares. “Achei um erro gravíssimo instalar uma CPI no auge da pandemia, em situação que a população precisa ser imunizada, trada e tudo que ela não quer é guerra política. Espero que as pessoas que vão fazer parte da comissão tenham objetividade, que sejam pessoas que tenham bom sendo para ajudar o país. Porque, na prática, essa foi uma CPI criada única e exclusivamente para atacar o governo.”

O senador disse torcer ainda para que os membros do colegiado, que irá avaliar a atuação da gestão federal durante a pandemia, assim como os repasses ao Estados e municípios, busquem alternativas para aumentar a quantidade de doses das vacinas contra a Covid-19 no país. “Iremos evitar, até a própria população será a maior aliada, que fique discutindo se o presidente usou máscara ou não, cloroquina ou não, enquanto tem bilhões de reais que não foram utilizados como deveriam para o tratamento da população.”