Daniel Alves tem quarto pedido de liberdade negado e deve ficar preso na Espanha até o julgamento

Ex-jogador é acusado de violência sexual contra uma jovem de 23 anos em uma boate de Barcelona no fim de 2022

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2023 12h58
Ulises Ruiz / AFP daniel alves; Daniel Alves ficará preso até seu julgamento na Espanha

A Justiça da Espanha voltou a se manifestar pela permanência do ex-jogador Daniel Alves na prisão até que ele seja julgado pela acusação de violência sexual contra uma jovem de 23 anos em uma boate de Barcelona no fim de 2022. O argumento para negar o pedido de liberdade provisória é de que o futebolista em breve será julgado no caso. Daniel Alves já teve quatro pedidos de habeas corpus negados pela Justiça espanhola. Vale ressaltar que as autoridades do país temem que, uma vez em liberdade provisória, o atleta deixe o território espanhol. A expectativa é de que ele seja julgado no começo de 2024. O Ministério Público Espanhol já se manifestou favorável à condenação do ex-jogador e quer uma pena de nove anos de reclusão. Como o caso é de extrema gravidade e de grande repercussão, não foi estabelecida fiança para Alves, que está preso desde janeiro em uma penitenciária, onde aguarda julgamento.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.