De olho em 2018, Partido dos Trabalhadores mira em Alckmin e Doria

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2017 09h20
Lula defende que o foco das críticas do PT seja Geraldo Alckmin

O PT afirma que pretende definir o candidato do partido ao governo de São Paulo até o fim deste ano.

A executiva estadual da sigla se reuniu nesta segunda-feira para traçar as estratégias que serão adotadas rumo às eleições do ano que vem.

O encontro teve a participação da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffman, e do ex-presidente Lula.

O petista defendeu que o partido precisa discutir o Estado de São Paulo, além de alertar a população sobre a ligação do PSDB com o governo Temer.

O presidente estadual da sigla, Luiz Marinho, acredita que o resultado eleitoral de 2016, quando o partido teve grande redução no número de prefeitos, não irá se repetir em 2018.

“Nós temos um bom exército para fazer esse debate com todas as condições. O resultado eleitoral de 2016 foi um resultado episódico. Vamos aguardar o resultado de 2018 que, seguramente, garanto para vocês, será melhor”, afirmou.

O deputado federal, Paulo Teixeira, que participou da reunião, afirma que o partido vai mirar no governador Geraldo Alckmin e no prefeito João Doria.

“O que norteou a reunião é mostrar o quanto o Alckmin e o Doria sustentam o governo Temer e a sociedade precisa saber dessa sustentação desses dois políticos do Estado”, disse.

Paulo Teixeira afirmou que a postura do prefeito de São Paulo leva a crer que ele será candidato em 2018.

Informações do repórter Jovem Pan Anderson Costa.