Deic investiga ligação do PCC com carregamento de maconha interceptado em Osasco

  • Por Jovem Pan
  • 20/12/2019 07h11
Agência BrasilTrês homens foram presos em flagrante; carga era de mais de duas toneladas da droga

A Polícia Civil investiga atuação da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) no tráfico de mais de duas toneladas de maconha em São Paulo. Agentes do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) apreenderam a droga, nesta quinta-feira (19), dentro de um caminhão de cebolas em Osasco, na região metropolitana da capital.

O caminhão com maconha foi localizado dentro da Arena VIP, um dos principais centros de eventos da região. De acordo com Fabiano Barbeiro, delegado responsável pelo caso, o veículo saiu de outro estado e seguiria até a capital para descarregar a droga.

“Nós identificamos um carregamento grande de drogas, aproximadamente 2,5 toneladas de drogas vinda de fora, do Nordeste, especificamente de Pernambuco, para serem distribuídas aqui no estado de São Paulo”, explica. Segundo ele, os suspeitos lavavam o dinheiro do transporte na compra de veículos. “Para que esses valores possam ser acomodados sem despertar tanta suspeita, além da lavagem de dinheiro na sua figura mais conhecida, nós temos, também, o investimento desses valores em bens móveis e imóveis.”

Três homens, que mexiam na carga no momento da apreensão, foram presos em flagrante. A polícia ainda confiscou um caminhão e outras duas picapes. Ainda de acordo com o Deic, outros suspeitos de participação do crime estão sendo procurados.

*Com informações do repórter Leonardo Martins