Delegado afirma que PF não tem interesse em vazar informações sobre Temer

  • Por Jovem Pan
  • 28/04/2018 12h34
Divulgação-ADPFPresidente da Associação dos Delegados de Polícia Federal, Edvandir Paiva, esclarece o vazamento de informações sobre Temer só atrapalha as investigações

As declarações do presidente Michel Temer, na manhã dessa sexta-feira (27), não caíram bem entre os delegados da Polícia Federal. Durante o pronunciamento, – que foi feito às pressas pelo presidente, – Temer se mostrou bastante irritado com a informação de que a família dele também vai ser investigada pela PF.

O presidente culpou a direção da Polícia Federal pelo vazamento de informações sobre a investigação. Mas, para o presidente da Associação dos Delegados de Polícia Federal, Edvandir Paiva, a PF não tem interesse em vazar nenhum tipo de informação, já que isso só atrapalha o andamento dos trabalhos. “A Polícia Federal é a menos interessada em ter esses fatos divulgados durante a investigação. Isso só tumultua e acredito que não venha de nenhum componente da PF e muitos menos da autoridade policial que preside a investigação”, declarou Paiva.

O presidente Michel Temer chegou a dizer que vai pedir para o Ministro Raul Jungmann apurar se está acontecendo de fato vazamento seletivo por parte da Polícia Federal, sobre as investigações em torno dele próprio e da família dele.

Para o delegado Edvandir Paiva, esse é um direito do presidente. ” Se o investigado entender que houve vazamento, é natural que reclame e faça com seus advogados o pedido de apuração”, finaliza.

*Com informações do repórter Caio Rocha