Demissão de responsável por monitorar desmatamento no Inpe surpreende Mourão

O vice-presidente, responsável pelo Conselho da Amazônia, disse que a substituição é um problema interno do ministério da Ciência e Tecnologia

  • Por Jovem Pan
  • 14/07/2020 09h16 - Atualizado em 14/07/2020 09h26
Alan Santos / PRNesta terça-feira (14), Mourão vai prestar informações ao Senado Federal sobre as ações para combater o desmatamento na Amazônia

A decisão do Ministério da Ciência e Tecnologia de demitir a coordenadora-geral de Observação da Terra do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Lubia Vinhas, em meio a alta do desmatamento, pegou o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, de surpresa. O Inpe é responsável pelo sistema de monitoramento do desmatamento, que mais uma vez aponta aumento da derrubada da floresta na região.

O vice-presidente, responsável pelo Conselho da Amazônia, que tem atribuição de coordenar ações para preservação da região, explicou que esse é um problema interno do ministério e que ele não sabe os motivos da substituição. Mourão disse também que não pretende discutir o assunto com o ministro Marcos Pontes e lembrou que os dados divulgados pelo governo são sujeitos a erros.

“Não tem nenhuma insatisfação. O Inpe faz um trabalho técnico, nada mais do que isso. Uma coisa que vocês tem que entender também é que nessa questão do alerta variam muito em função do tipo de satélite que nós usamos. Quando tem nuvem ele não enxerga nada, então pode passar um mês sem enxergar e depois enxergar tudo de uma vez”, afirmou.

Nesta terça-feira (14), Mourão vai prestar informações ao Senado Federal sobre as ações para combater o desmatamento na Amazônia e na quarta-feira ele comanda mais uma reunião do conselho na região. Ainda sobre o assunto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou em live que o Brasil quer ajuda e busca cooperação para garantir a preservação do meio ambiente. O ministro admitiu que há erros ou excessos nas políticas ambientais que deverão ser corrigidos. Ainda de acordo com Guedes, o Brasil é um país que alimenta o mundo e que trabalha para preservar o meio ambiente.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin