Demitido da Casa Civil por uso de avião da FAB ganha cargo na pasta no mesmo dia

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2020 06h15
Reprodução/TwitterVicente Santini, que é amigo de infância dos filhos de Jair Bolsonaro, vai receber no novo cargo um salário de R$ 16,9 mil

No mesmo dia em que foi exonerado oficialmente do cargo de secretário-executivo da Casa Civil, Vicente Santini foi realocado para ocupar a função de assessor especial de relacionamento externo da Casa Civil.

Ele tinha sido demitido do cargo nesta pelo presidente Jair Bolsonaro, por ter usado um avião da Força Aérea Brasileira para viajar à Índia, onde representava o chefe da Casa Civil, Onxy Lorenzoni.

O novo cargo de Santini foi publicado na quarta-feira (29) no Diário Oficial da União, poucas horas depois da demissão.

Após ele ter usado o avião da FAB, Jair Bolsonaro se pronunciou, na terça-feira (28), sobre o ocorrido, dizendo ser inadmissível. A Força Aérea Brasileira e a Casa Civil afirmaram que o voo foi realizado de forma legal.

Mas, para o presidente da República, apesar da atitude não ser ilegal, é “imoral”. “Inadmissível o que aconteceu. Já está destituído da função de executivo do Onyx, decidido por mim.”

Vicente Santini, que é amigo de infância dos filhos de Jair Bolsonaro, vai receber no novo cargo um salário de R$ 16,9 mil, cerca de R$ 380 a menos do que ele recebia no posto anterior.

A Casa Civil emitiu uma nota dizendo que o presidente conversou com Santini e entendeu que ele ainda “deve seguir colaborando com o governo”.

*Com informações da repórter Camila Yunes