Deputado oferece R$ 10 mil a quem matar suspeito de assassinato; conduta será investigada

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2019 06h43
ReproduçãoCapitão Assumção reforçou a oferta por uma rede social e disse que, se pudesse, ofereceria mais dinheiro

A Corregedoria-Geral da Assembleia Legislativa do Espírito Santo vai apurar uma possível quebra de decoro do deputado Capitão Assumção (PSL). Ele ofereceu R$ 10 mil para quem matasse o homem que assassinou Maiara de Oliveira Freitas, uma jovem que foi morta na manhã desta quarta-feira (11) na cidade de Cariacica, região metropolitana de Vitória.

Assumção deu a declaração durante debate sobre o projeto de criação do novo fundo penitenciário no Espírito Santo. Ele afirmou que não aceitaria apenas informações sobre a localização do suspeito e disse que quem aceitasse a proposta teria que levar o cadáver até ele.

“R$ 10 mil reais aqui do meu bolso para quem matar esse vagabundo. Isso não merece estar vivo, não. Eu tiro do meu bolso. Não vale tentar localizar, não, tem que entregar o cara morto”, disse Assumção.

Mesmo que a fala tenha causado ruídos, o deputado Capitão Assumção reforçou a oferta por uma rede social e disse que não se arrepende do que afirmou. Ele ainda reiterou que, se pudesse, ofereceria mais dinheiro.

*Com informações da repórter Camila Yunes