Desemprego no País é de 13% no segundo trimestre e atinge 13,5 milhões de pessoas

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2017 09h24
O governador Geraldo Alckmin durante a entrega das obras de ampliação e modernização do PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) da Estação Brás do Metrô e CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Data: 13/01/2015. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2ADNo primeiro trimestre de 2017, o resultado ficou em 13,7%

O desemprego no País foi de 13% no trimestre de abril a junho, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Neste período, o número de desempregados foi de 13,5 milhões de pessoas.

O IBGE divulgou os dados nesta sexta-feira (28) e estes fazem parte da Pnad Contínua. A pesquisa não usa apenas os trimestres tradicionais, mas os períodos chamados de “móveis”, como fevereiro, março e abril; março, abril e maio, e assim por diante). Foram pesquisadas 211.344 casas em cerca de 3,5 mil municípios.

São considerados desempregados, segundo o IBGE, aqueles que não têm trabalho e procurou algum nos 30 dias anteriores à semana de coleta de dados.

Em igual período de 2016, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua estava em 11,3%. No primeiro trimestre de 2017, o resultado ficou em 13,7%.

A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.104,00 no trimestre encerrado em junho. O resultado representa alta de 3,0% em relação ao mesmo período do ano anterior. A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 185,1 bilhões no segundo trimestre.

Confira a informação de Denise Campos de Toledo: