Detidos no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho e irmão serão ouvidos nesta quinta pela polícia

  • Por Jovem Pan
  • 05/03/2020 06h07 - Atualizado em 05/03/2020 13h56
Reprodução TwitterEsta não é a primeira vez que Ronaldinho Gaúcho tem o passaporte apreendido

Deve ser ouvido daqui a pouco pela polícia do Paraguai o ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho. Ele foi detido pelas autoridades do país vizinho na noite desta quarta-feira (4).

O ex-atacante do Barcelona e o irmão, Assis Moreira, estariam portando documentos falsos. De acordo com o Ministério do Interior do Paraguai, nos passaportes de ambos estaria constando nacionalidade paraguaia.

O órgão ainda afirmou que, além dos passaportes, documentos de identidade e celulares dos dois irmãos foram apreendidos. As autoridades teriam recebido uma denúncia ainda no momento em que ele desembarcavam no aeroporto de Assunção.

No entanto, para evitar tumultos durante a chegada de Ronaldinho, que foi recebido pela população local, a polícia optou por fazer a apreensão dos documentos no hotel onde ele e o irmão estão hospedados. Segundo a imprensa local, o ex-jogador da seleção brasileira teria ido ao Paraguai participar de dois eventos.

Esta não é a primeira vez que Ronaldinho Gaúcho tem o passaporte apreendido. Em 2018, os documentos dele e do irmão foram retidos pela polícia brasileira porque ambos eram alvo de um processo por crime ambiental.

Apesar do ex-jogador ter ingressado no Paraguai com o passaporte, um acordo do Mercosul permite que brasileiros entrem no país vizinho portando apenas a carteira de identidade.

*Com informações da repórter Camila Yunes