Diante de preços e financiamentos atrativos, brasileiros investem cada vez mais em Portugal

  • Por Jovem Pan
  • 30/04/2018 06h34
Ulisses Neto/Jovem PanFatores como a língua, segurança, vantagens fiscais e a elevada qualidade de vida também são decisivos para os investimentos no país europeu

Brasileiros lideram compra de imóveis em Portugal, diante de preços e financiamentos atrativos, mais uma valorização média de 12% ao ano.

Fatores como a língua, segurança, vantagens fiscais e a elevada qualidade de vida também são decisivos para os investimentos no país europeu.

O metro quadrado de 4 mil euros é mais baixo em relação as grandes cidades brasileiras, Estados Unidos e Europa, 25 mil em Paris e 20 mil em Madri.

O empresário Francisco Quintela ressaltou que hoje os brasileiros representam 46% dos seus negócios: “temos brasileiros que buscam imóveis na faixa de 300 mil e tem uns que compram em torno de 7 milhões de euros”.

Desde 2013, a valorização média anual dos imóveis em Portugal é de 12%, o que tem atraído investidores brasileiros ao mercado imobiliário.

Os preços atrativos são pagos com juros anuais entre 1,5 a 1,8%, com financiamento de até 75% do imóvel.

O governo português concede a autorização de residência permanente, acesso ao mercado financeiro sem taxas e isenção de impostos sobre rendas.

Mas a advogada Paula Farias lembrou que é preciso cuidado nas transações, a exemplo da burocracia brasileira e a garantia dos benefícios fiscais: “tivemos muitos brasileiros que sem ter conhecimento específico do caso foram até lá comprar imóvel quando na verdade a burocracia é praticamente a mesma do Brasil e os cuidados devem ser apontados e levantados por esses investidores”.

Em 2016, os franceses lideram as compras em Portugal, os chineses em 2015, mas no ano passado, os brasileiros assumiram a ponta. Os Estados Unidos mantém a preferência dos brasileiros, 2,7 bilhões de dólares, mas Portugal vem em segundo com 725 milhões de dólares.

*Informações do repórter Marcelo Mattos