Diretor do Estádio do Pacaembu é afastado após apagão em clássico

  • Por Jovem Pan
  • 06/03/2018 06h46
DivulgaçãoA Secretaria de Esportes de São Paulo afastou José Eduardo Gomes, após os refletores ficarem sem luz e a partida ficar paralisada por uma hora

Apagão no clássico Santos e Corinthians derruba administrador do estádio do Pacaembu. A Secretaria de Esportes de São Paulo afastou José Eduardo Gomes, após os refletores ficarem sem luz e a partida ficar paralisada por uma hora.

Por meio de nota, a pasta sustentou que solicitou à Eletropaulo a instalação de um novo circuito elétrico na região do estádio Paulo Machado de Carvalho.

O prefeito João Doria descartou negligência na manutenção do estádio, mas defendeu a sua concessão: “o Pacaembu não foi construído na nossa gestão, então não é problema dessa gestão. A solução é privatização”.

Doria deixou o Pacaembu após o apagão e prometeu lançar em abril a concessão do estádio, mas ressaltou que os clubes precisam usar geradores.

Falando ao repórter Daniel Lian, o secretário de Esportes, Jorge Damião, prometeu uma análise completa, em três dias, dos problemas de energia do estádio.

Damião afirmou que um laudo preliminar aponta a oscilação de energia como a responsável pelo apagão, na cabine primária do estádio e a distribuição de luz.

A Eletropaulo descartou falha no fornecimento de sua rede de distribuição elétrica e no domingo era visível que havia energia elétrica fora do estádio.

*Informações do repórter Marcelo Mattos