Diretor-geral da ANP: Petrobras vende gás de botijão acima do preço internacional

  • Por Jovem Pan
  • 22/02/2019 06h21
Agência Brasil“Os números atuais indicam que a paridade não está tão próxima do GLP”, disse Décio Oddone

O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo, Décio Oddone, alertou a sociedade e deu uma espécie de “puxão de orelha” na Petrobras que estaria, segundo ele, praticando preços GLP 13kg no mercado interno acima da paridade internacional.

Oddone usou dados de consultoria para atestar essa diferença significativa de 20%, segundo dados da ANP.

A Petrobras monopoliza o mercado de GLP e, quando não se tem concorrência, pratica o preço que entender.

Segundo Oddone, a diferença entre o preço interno e o de paridade é de mais de R$ 5. Ele destacou que a Petrobras vem praticando preço para distribuidores e revendedores de R$ 25 no botijão de 13 kg de GLP. Sendo que a consultoria contratada pela ANP entende que o preço ideal deveria ser de R$ 19,70.

“Os números atuais indicam que a paridade não está tão próxima do GLP”, disse Décio Oddone.

*Informações do repórter Rodrigo Viga