Diretores de Pesquisa e Informática do IBGE são exonerados

Ambos eram contrários à mudança no Censo demográfico

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2019 06h29
Agência Estado/ArquivoOs dois eram contrários à chamada redução do Censo 2020

Diretores do IBGE contrários à mudança no Censo demográfico são exonerados do instituto. Nesta segunda-feira (06), o diretor de pesquisas do IBGE, Cláudio Crespo, e o diretor de informática, José Santana, foram exonerados de suas funções pela presidente do IBGE, Susana Guerra, ligada ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

Os dois eram contrários à chamada redução do Censo 2020, que vai a campo no segundo semestre e há movimento dentro da pasta de Guedes para que ele seja mais enxuto e, consequentemente, mais barato.

O Censo previa gasto, para ser confeccionado, de mais de R$ 3 bilhões, mas em princípio a redução prevista pelo Ministério da Economia é de 25% do orçamento.

Um dos dois diretores disse à Jovem Pan que a demissão foi “neutralização de opiniões contrárias”.

Na semana passada já houve protesto de servidores do IBGE contra o enxugamento do instituto.

Susana Guerra já indicou os substitutos. Para a diretoria de pesquisa ela escolheu o demógrafo e economista Eduardo Rios-Neto, e para a diretoria de informática o economista David Wu Tai.

*Informações do repórter Rodrigo Viga