Disputa política pelo governo de SP divide PSDB e aliados vislumbram ocupar espaço

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2018 07h50
DivulgaçãoNo Palácio dos Bandeirantes, os atuais secretários de Geraldo Alckmin já teriam recebido o recado de que devem sair em abril, quando o governador deixa seu cargo para poder concorrer às eleições presidenciais

Disputa política em São Paulo divide o PSDB. Aliados de João Doria defendem sua candidatura ao governo do Estado, algo muito bem-vindo pelos tucanos próximos ao vice-prefeito Bruno Covas.

Já o vice-governador Márcio França (PSB) quer ser o candidato com o apoio do PSDB e, num cenário incerto, aliados vislumbram ocupar o espaço, como o secretário da Habitação, Rodrigo Garcia.

No Palácio dos Bandeirantes, os atuais secretários de Geraldo Alckmin já teriam recebido o recado de que devem sair em abril, quando o governador deixa seu cargo para poder concorrer às eleições presidenciais e Márcio França montará sua equipe com a promessa de ser candidato à reeleição em 2018, com a costura de apoio político.

Mas a briga PSDB x PSB não agrada Alckmin, que busca a legenda para estar ao seu lado em âmbito nacional.

Confira a reportagem completa de Marcelo Mattos: